Inflação: A Revanche

22 de janeiro de 2016

Banco incentiva o descanso

Ao observar o título de hoje do Mosca, vocês podem ser levados a um raciocínio de que finalmente um banco, ramo de negócio tido como estressante, resolveu pensar em seus funcionários. Mas na verdade o anúncio do JP Morgan, maior banco do mundo, é um pouco diferente, eles lançaram um plano para incentivar os funcionários de seu braço de investimentos, take the weekends off! Com uma ressalva, desde que não haja um negócio a ser fechado no final de semana.

Este programa que foi denominado "Pencils Down", é incomum nas instituições de Wall Street, onde trabalhar 100 horas por semana é sinal de orgulho e criticado por outros que consideram um aspecto antiquado do trabalho, que leva ao esgotamento precoce.

Alguns bancos de Wall Street lançaram ações semelhantes, e uma das razões citadas dá conta que os empregados de nível mais baixo estão sujeitos a condições de trabalho extremo. Isso deve-se, depois que um estagiário do Bank of America, faleceu em 2013. Um exame médico encontrou exaustão como uma possível causa na morte.

Ao ler esta notícia fiquei, de certa forma, surpreso, pois se o banco está incentivando agora seus funcionários a descansar aos finais de semana é porque antes fazia o contrário, criando um clima de concorrência enorme entre seus funcionários, pois quem não o fazia, seria considerado um "folgado" e perdia oportunidades de promoções.

A função de estagiário foi sendo deturpada com o tempo. Na época em que eu trabalhava no BFB,
eles ficavam em treinamento por um ano, passavam por todas as áreas e depois selecionavam-se os mais habilitados para trabalhar em diversas áreas do banco. Quem trabalhou lá, ou mesmo, quem estava no ramo financeiro, conhecia o PROFORGE - Programa de Formação de Gerentes. Hoje em dia, o estagiário é visto como mão de obra barata, e ao terminar a faculdade são substituídos por outros estagiários.

Por outro lado, os funcionários tinham um comprometimento muito maior com a empresa, hoje em dia, ficar um ano é muito tempo. Vivi recentemente, um caso semelhante, ao ver minha filha ser contratada pela Unilever, empresa disputadíssima para estágio. Depois de três meses ela chegou a conclusão que não gostava de seu trabalho, queria outra área. Tentei argumentar que era muito pouco tempo para ela chegar a esta conclusão, e com certeza no futuro, teria a oportunidade no setor que desejava. Sabem o que eu obtive de resposta? ..."Pai, eu já conheço tudo aqui!". É verdade que, em menos de uma semana foi contratada por outra empresa no ramo que desejava, e já pode ser considerada uma veterana, próxima de completar 6 meses!

Será que minhas crenças sobre o relacionamento entre empresa e empregado tornaram-se ultrapassados? Não sei a resposta. Em todo caso, para quem ficou entusiasmado com a nova diretriz implantada pelo JP Morgan, quero enfatizar que esse plano vale para aproximadamente 2.000 funcionários de um total de 234.000, escolha bem o lugar! Hahaha...

Não poderia deixar de comentar também que a Justiça do Trabalho nos USA é de longe mais flexível que a brasileira, pois imaginem que o Itaú lançasse um plano desses aqui, na segunda-feira, os bens pessoais de toda a diretoria do banco teria sido bloqueada!

No post us-10-years, fiz os seguintes comentários: ...Como pode-se verificar no gráfico acima, as cotações dos juros estão contidas por dois triângulos, fato raro em análise técnica. Essa grande indecisão, foi colocada no post juros-de-10-anos, nos cenários que denominei de "Uhhhhh..." "Don't even think"... ...No curto prazo os níveis de 2,00% e principalmente 1,90% a.a., expõe os juros a movimento de queda...
Como vocês poderão observar abaixo, mesmo com toda a pressão oriunda da queda das bolsas, os juros de 10 anos americanos caiu pouco, atingindo a mínima de 1,94. Agora encontra-se em 2,07%.
Parece que a análise técnica funcionou novamente! O mercado fechando hoje nos níveis atuais, pode ser um indicador de reversão no curto prazo.

Como venho enfatizando ultimamente, os mercados estão muito indefinidos, não dá para fazer nenhuma aposta com mais convicção para nenhum dos lados. Neste caso também, somente acima de 2,30% e principalmente 2,40% uma alta dos juros vai ser mais consistente. Recomendação: Acompanhe!

Na próxima segunda-feira é feriado em São Paulo, talvez eu poste, acompanhe o Facebook, seu e-mail, ou o LinkedIn.

O SP500 fechou a 1,906, com alta de 2,03%; o USDBRL a R$ 4,093, com queda de 1,53%; o EURUSD a 1,0796, com queda de 0,96%; e o ouro a US$ 1.097, com queda de 3,1%.
Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário