2020: O risco vai compensar?

5 de fevereiro de 2013

Guerra Cambial


O Ministro da Fazenda, Guido Mantega, foi feliz ao dizer que vivemos numa guerra cambial. Bem, pelo menos nisto, ele acertou! Posso enumerar o FED, BCE, BOJ, BOE, SNB, BCB e principalmente o Bank of China, como seguidores desta política, ainda bem que posso usar suas abreviações pois caso contrário precisaria de todo o post! Hahahahah...

Um artigo publicado hoje no WSJ, versa sobre este tema e sita a frase de um alto funcionário do FED ...“ A desvalorização de uma moeda é como fazer xixi na cama. Sente-se bem no começo, mas em seguida é uma bagunça”... Eu tenho que discordar deste “alto” funcionário, que com certeza não é o Bernanke, pois nem no começo é bom!

O que leva principalmente um país a intervir no câmbio, comprando moeda, é a tentativa de evitar a sua valorização. Assim a industria local fica, aparentemente, mais competitiva. Quando estas ações viram globalizadas, se asemelham num jogo de póquer quando um jogador repica a aposta do outro, “seus 10 mais 10”, e pior, com uma quantidade fichas infinitas, podem ficar repicando a vontade. É isto que estamos presenciando nos últimos tempos, até que em algum dia, um país vai apostar all in!

Mesmo para quem não estudou economia, é intuitivo imaginar que a emissão descabida de moeda, depois de um tempo, leva a inflação. Já vivemos estes períodos aqui nos anos 80, mas agora é Global. 
...” Eu não me lembro dos BC´s serem tão profundos no modo experimental, é como se uma indústria farmacêutica se sinta forçada a trazer um medicamento novo para o mercado, apesar de não ter sido testado”...Esta declaração foi dada por Mohamed El-Erian da PIMCO.

Um financista veterano, James Ricards, que escreveu um livro sobre o assunto, comentou: ...”Haverá tanta impressão de dinheiro, que a confiança em papel-moeda vai diminuir, ocasionado a inflação a subir drasticamente”... Não será a primeira vez que isto acontece na história e provavelmente nem a última.

Já que estamos falando de moeda, vamos ao real, o BCB está passando mensagens confusas ao mercado, há alguns meses atrás, dava algumas indicações que não gostaria de ver o real abaixo de R$ 2,00, depois disso, quando em dezembro atingiu R$ 2,135 decidiu intervir pesadamente para conter a alta, e mais recentemente induziu a “escorregada” abaixo de R$ 2,00. Será que quis mostrar que o câmbio é flutuante? Se foi, ninguém acreditou!
Agora parece que o mercado projeta que não ira passar de R$ 2,05! Come on! Não entrem nessa de novo, vamos ao gráfico.

Vou dar uma sugestão de compra de dólar a R$ 1,96, nos meus cálculos poderia ser também R$ 1,93, vocês escolham onde querem entrar, colocaria o stoploss a R$ 1,90. Como podem notar eu estou alterando a forma de sugerir trades. Ao invés de postar especificamente, virá dentro do texto. Portanto, a partir de agora, fiquem atentos nos post, vou dar os destaques acima.

o SP500 fechou a 1511, com alta de 1,04%; o real a R$ 1,9836, com baixa de 0,61%; o euro a 1,3578, com alta de 0,49% e o ouro a US$ 1.671, com baixa de 0,11%.
Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário