2020: O risco vai compensar?

5 de novembro de 2012

Bicho Preguiça


Acredito que todos já se depararam com um bicho preguiça pela frente, é um animal “simpático”, mas demora uma eternidade para se locomover, e é desta forma que eu vejo a criação de vagas nos USA, lento, muito lento!
Na última sexta-feira foram publicados os últimos dados sobre emprego, os números foram melhores que os esperados, no que tange a criação de vagas, enquanto a taxa de desemprego foi marginalmente pior a 7,9%. 


Mas esta tendência é suficiente para o Bernanke ficar calmo? Vejamos os detalhes: Durante este ano foram criados 1,55 milhões de empregos, que projetados chegaria a 1,9 milhões, além de ser inferior ao do ano anterior, é pouco para a quantidade de pessoas que entram no mercado de trabalho, necessitando criar 2,4 milhões de empregos adicionais. A reação do mercado, na sexta-feira, inicialmente foi positiva na abertura dos negócios, porém foi perdendo a força conforme o mercado caminhava, fechando nas mínimas do dia.


Vocês podem se perguntar por que a taxa de desemprego vem caindo, mesmo com  números baixos de criação de vagas, inferiores a 200.000 por mês. Para responder a esta pergunta, vejam o gráfico abaixo.


O total representa os americanos com idade superior a 16 anos que residem nos USA, menos os militares. A linha em azul representa os cidadãos empregados, e em vermelho os desempregados. Como é visível, uma boa parcela não está na força de trabalho, e este número vem crescendo mais acentuadamente após a crise de 2008. Em outras palavras, mesmo que a taxa de desemprego não esteja tão elevada, tem um "estoque" que por algum motivo desistiu de buscar emprego, e a maioria é de jovens até 25 anos.
Na minha opinião é este gráfico que está tirando o sono do Bernanke, e para melhorar a criação de empregos teria que crescer muito mais do que vem acontecendo.

Amanhã é dia de eleições na América e as pesquisas de voto indicam um empate técnico, isto pode ser um problema para anunciar o novo presidente, pois os americanos podem votar pelo correio e este fato pode atrasar bastante o resultado final, isto não seria nada bom para os mercados.

O SP500 fechou a 1.414, com alta de 0,20%; o real a R$ 2,0349, com alta de 0,23%; o euro a 1,2789, com baixa de 0,18% e o ouro a US$ 1.683, com alta de 0,42%.
Fique ligado!






Nenhum comentário:

Postar um comentário