2020: O risco vai compensar?

28 de novembro de 2012

No mundo das bolhas


O IFL Instituo de Formação de Líderes, uma entidade cujo compromisso é formar lideranças empresariais dentro dos princípios de liberdade, me convidou para fazer uma palestra ontem.
O tema que escolhi foi: No mundo das bolhas, que não é sobre banhos de bebês! Hahahah... Versa sobre os excessos ocorridos na área Imobiliária americana bem como a situação na Europa. Como este grupo preza a não intervenção dos Governos  no mundo empresarial , este assunto cai como uma luva, pois é o que temos visto quase que diariamente.

A seguir está o link dos slides desta apresentação no mundo das bolhas, que contém uma breve história das principais bolhas, como os Governos reagiram, quais as perspetivas para o futuro, e as considerações finais.
Este trabalho me levou a uma pesquisa e reflexão mais profunda sobre o assunto. Eu tenho ojeriza quando os Governos intervêm em assuntos privados, normalmente é atrasado e as medidas mal feitas, mas sou sincero em admitir que no caso especifico destas bolhas, se nada fosse feito, não sei como estaria o mundo hoje. Sabemos que Maquiavel aconselha que o mal se faça de uma vez, mas não sei se esta premissa se aplica nestes casos.

O grande problema hoje é a Europa, onde existe muita discordância e disparidades entre os países, não consigo enxergar uma saída boa. Enquanto os USA deverão ter um crescimento baixo por muitos anos, a Europa ficará muitos anos com uma queda baixa, mas é queda. A população vai aguentar?
Termino com uma frase de Shakespeare adaptada: Intervir ou não intervir está é a questão.

Estamos comprados há mais de 40 dias no ouro e até agora não está claro o que vai acontecer com o metal. O movimento de hoje me colocou em alerta e resolvi atualizar nosso stoploss para US$ 1.670, veja o motivos a seguir:

Enquanto o ouro estiver dentro do retângulo anotado em azul, nenhuma direção pode ser assumida com mais segurança, o intervalo é entre US$ 1.920 a US$ 1.520, uma diferença expressiva, de mais de 25%, hoje estamos a U$ 1.710 no centro destes pontos. Como não quero estar exposto na queda, atualizei o stoploss até o ponto 1, em vermelho. Se o metal cair abaixo deste nível o próximo ponto de interesse passa a ser o ponto 2. 
Não me interpretem mal, isto não significa que vai testar obrigatoriamente aquele ponto (2), pode reverter antes disso, mas a formação que eu estava esperando se desfaz no ponto 1, por esta razão prefiro realizar o prejuízo e esperar. O que desejamos é que atinga o ponto 1 em azul e se rompido teste o ponto 2, também em azul. Agora que está tudo combinado só falta  falar com alguém que não seja os Russos, nem Indianos, nem Chineses, não funcionou até agora, vou continuar procurando! Hahahahah......

O SP500 fechou a 1.410, com alta de 0,79%; o real a R$ 2,0920, com alta de 0,39%; o euro a 1,2938, sem variação e o ouro a US$ 1.718, com baixa de 1,38%.
Fique ligado!

2 comentários:

  1. Boa apresentação.

    Abraço,
    Daniel Diniz Sznelwar

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado.
    Se tiver algum assunto que queria discutir pode entrar em contato pelo blog.

    ResponderExcluir