Inflação: A Revanche

15 de maio de 2015

A China vai investir 50 paus

Outro dia comentei no post investimento-5-paus, como esta unidade é variável dependendo do assunto que se está tratando. Quando se trata de China e investimentos, já pode-se concluir que esses paus são dos grandes! Hahahaha ....

Foi noticiado na imprensa internacional que, às vésperas da visita do Primeiro-Ministro Chinês Li Keqiang, que a China pretende investir R$ 50 bilhões em projetos de infraestrutura. Confesso que ao ler, fiquei com uma sensação boa, afinal estamos acostumados a só ver notícias ruins, é Lava-jato para cá e para lá, mortes, assaltos e etc ..., não esperava. Só para dar um exemplo, o incidente ocorrido ontem no jogo de futebol entre Boca Juniors X River Plate, realizado na Argentina. Antes do início do 2º tempo, no túnel de entrada do campo, os torcedores jogaram spray de pimenta nos jogadores do River Plate. Hermanos, por favor!

Bem vamos aos chineses, que nem sei se irão investir essa quantia, pois foi o nosso secretário de Estado, Jose Graça Lima que anunciou. Mas vamos sonhar um pouco, pois projetos nessa área são necessários aos montes aqui. Pagar uma taxa de retorno mais alta para atrair esses recursos agora, é peanuts. Além do mais, nem pensar em esquemas Lava-jato com esses sócios. Imagino que ninguém se atreverá, pois caso contrário, o assunto não será resolvido nos Tribunais.

Ontem foi publicado o índice de inflação no atacado nos USA, e embora o preço do petróleo vem se recuperando, conforme pode ser visualizado mais adiante, não teve impacto nesse índice, que ficou com uma taxa negativa e abaixo das expectativas do mercado.


Esses últimos dados estão fazendo com que o mercado "empurre" mais para frente, a data em que o FED deveria iniciar o ciclo de normalização dos juros, já mais próximo de fevereiro do próximo ano.
Entretanto, os economistas ainda não refizeram suas previsões e consideram que a data mais provável é setembro próximo.
Quem será que vai acertar? Esses, economistas ....

Para nós brasileiros, o preço das commodities é importantíssimo, afinal é delas que depende 80%, direta ou indiretamente, nossas exportações. Existe um índice que acompanha uma cesta delas, e que está num ponto técnico importante, conforme figura abaixo.


Se romper a linha apontada acima, como dizia aquele famoso programa de televisão - saí de baixo. Ao contrário, se for um ponto de inflexão pode subir bem. Notem que, no gráfico mais embaixo, o sentimento é bastante negativo. No post de ontem listei os vários tipos de atuação de um investidor perigos-do-sucesso. Assim, se você é um Follower vai tender a acreditar que esse índice continuará caindo, caso contrário, se for um Contrarian, vai arriscar uma compra. Agora, vocês já conhecem meu estilo, sabem qual seria minha sugestão.

Eu venho repetidamente enfatizando que o SP500 está num momento técnico muito importante. No post dedo-no-gatilho, comentei: ...Em todo caso, uma solução parece eminente, observem que por 4 vezes o SP500 tentou romper o nível recorde de 2.120 e não conseguiu. Por outro lado, quando retrocedeu, ficou contido na reta ascendente anotada no gráfico. Do ponto de vista técnico, é mais provável que o rompimento seja para cima, mas é só isso, mais provável...
E não é só o Mosca que acha isso, o mercado também, basta observar a quantidade de vezes que tentou vencer a barreira e retrocedeu. Mas a decisão será conhecida brevemente. O triângulo está afunilando e em algum momento haverá o rompimento. Ontem o mercado tentou e no fechamento, ficou um "tostão" acima dos 2.120, mas isso não é suficiente para declarar vitória dos que acreditam na alta, é preciso algo mais consistente.

Façam suas apostas e já sabem, Follower ou Contrarian, porque os coitadinhos dos Mean Revesrion, já devem ter perdido as calças! Hahahaha ....

O SP500 fechou a 2.122,73, sem variação; o USDBRL a R$ 2,9957, sem variação; o EURUSD a 1,1451, com alta de 0,38%; e o ouro a US$ 1.222, com alta de 0,10%.
Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário