Inflação: A Revanche

20 de fevereiro de 2015

A Grécia piscou

Depois de muita discussão de um lado e de outro, a Alemanha deu ontem sua palavra final, ao plano grego de prorrogar o vencimento das dívidas por seis meses, nicht! Imediatamente, o pop star Yanis Varoufakis, Ministro das Finanças da Grécia, marcou uma reunião para hoje em Bruxelas, a terceira nestas últimas duas semanas. Ele disse que irá aceitar as condições financeiras e processuais existentes, e pedirá negociação em outros elementos. Suas declarações, hoje pela manhã, deixam um certo grau de ambiguidade, pois se por um lado quer evitar quaisquer medidas que possam pôr em risco a estabilidade financeira ou competitividade grega, por outro lado disse: ..."Mas o que não podemos aceitar é que o ajuste fiscal, acordado pelo último governo, seja realizado apenas porque as regras dizem que sim"...

O mercado ficou mais otimista, pois novas esperanças de um compromisso hoje aumentaram. A Alemanha, o maior contribuinte no plano de resgate, no valor de 240 bilhões de euros, é o principal defensor de reformas econômicas em troca de ajuda para a Grécia. O Primeiro-ministro Grego, Tsipras, eleito em 25 de janeiro último, abandonou a ideia de  uma baixa contábil sobre a dívida grega, postergou a data de elevação do salário mínimo e decidiu contra eliminar os auditores internacionais e manter o controle sobre o governo.

Ao que tudo indica, o novo governo chegou a mesma conclusão que o Mosca, explicado no post Grécia-missão-impossível, ou, de uma forma maquiavélica, pretende um Cavalo de Tróia II -   na modalidade financeira, uma vez que os gregos não deverão ficar muito felizes com este posicionamento de seus governantes. A verdade é que, a Alemanha não parece ter muito a perder. Como é o dona do cacife, ou é segundo suas regras, ou a Grécia está fora do grupo, ou melhor do euro.

O slide abaixo é sugestivo, faz parte de uma lista dos principais gráficos apontados pelas mais "inteligentes" mentes fianceiras. O título já diz tudo: Como destruir uma Companhia!


Um outro, que também considero importante do ponto de vista de investimentos, é uma simulação
de quais foram os retornos, nos últimos 30 anos, para quem investiu numa carteira de ações idênticas ao SP500.
A linha em azul é para quem comprou no primeiro dia e não mexeu durante todo o período, a vermelha retiraram-se os 25 melhores dias de performance da bolsa, a roxa retiram-se os melhores e piores 25 dias, e por último a verde retiram-se os 25 piores dias. A diferença é enorme e pode-se concluir que, quando a volatilidade se eleva, é melhor vender sua carteira de ações e ir viajar!

Como o assunto é Europa, vou comentar sobre o euro, no post o-diabo-mora-nos-detalhes, eu dei a seguinte sugestão de trade: ...vou manter o ponto de compra a 1,1270 e abaixar um pouco o stoploss para 1,1180. Quero deixar claro que, o stop "correto" deveria situar-se em 1,1095... Este é um trade contra o mercado, e de curto prazo... Publiquei também o gráfico abaixo.
Passados alguns dias de idas e vindas, apontadas no gráfico abaixo com a elipse azul. Hoje está se aproximado da região apontada para o trade.
O que é incrível, é o fato que, antes da reunião fatídica com a Grécia, onde seria esperado uma valorização da moeda única ela está caindo! Os últimos resultados da Europa tem surpreendido os analistas (vide figura abaixo). Não se preocupe que haverá explicações, sempre têm!


Depois de atingir uma mínima de 1,1278, muito próximo da ordem de compra, já no início da tarde, corria rumores de que um acordo era eminente. A partir daí, o euro começou a subir bastante, chegando a máxima de 1,1428. Infelizmente não deu para comprar, bateu na trave!

- David, você não acha que foi muito pão duro?
Amigão já são mais que 19:00 hs, e hoje é sexta-feira. Eu vou analisar no final de semana e na próxima semana te darei as razões, do porque não estou chateado. Aguarde!

O SP500 fechou a 2.110 recorde histórico, com uma alta de 0,61%; o USDBRL a R$ 2,8670, sem variação; o EURUSD a 1,1376, com alta de 0,10%; e o ouro a US$ 1.200, com baixa de 0,55%.
Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário