2020: O risco vai compensar?

13 de dezembro de 2012

Apito final 13/12/2012


O dia 12/12/12 registrou dois eventos que merecem destaque, vou começar pelos hermanos que fizeram a final da Copa Sul-americana contra o São Paulo. Depois de terem tomado um olé no primeiro tempo e apelaram para a violência, resolveram simplesmente não voltar para o 2º tempo. Eu nunca vi uma atitude desta, todos ficaram esperando por 30 minutos para ver se mudavam de ideia, e ao final perderam o jogo por WO. A Confederação deveria tomar medidas fortes contra este clube, sugiro que mudem o nome de Tigre para “gatinho”. Parabéns São Paulo!

O segundo fato, foi o pronunciamento do FED após sua reunião, e eu também nunca tinha visto um Banco Central vincular a taxa de juros ao nível do emprego. Como disse diversas vezes não sou economista e posso estar comentando um erro conceitual, até consigo entender que se o mercado está aquecido e falta mão-de-obra, o BC pode subir os juros para diminuir os ritmo econômico, mas ao contrário, quando os juros já estão em zero, como o emprego pode melhorar se os problemas são estruturais? Em outras palavras, que diferença vai fazer no custo de um produto se os juros não têm mais o que cair.

Talvez uma medida mais eficiente seria diminuir os custos diretos e indiretos dos salários, onde aí sim reside uma grande diferença com seus parceiros comerciais. Veja este gráfico abaixo, mostrando por faixa salarial, as perdas de postos antes da crise e a sua recuperação após a recessão. O que vem subindo são nas categorias menos qualificadas, provavelmente pequenos negócios, enquanto só mais qualificados, e caros, devem estar sendo contratados no exterior pelas subsidiárias das grandes empresas.

Usando um paralelo do jogo Texas hold 'em pôquer, tenho a impressão que o FED já deu a sua jogada all in, não tem mais cacife agora só resta abrir as cartas para ver se tem alguma chance, e que cada dia parece menor!

O SP500 fechou a 1.419 com queda de 0,63%; o real a R$ 2,0846, com alta de 0,65%; o euro a 1,3076, sem variação e o ouro a US$ 1.697, com queda de 0,88%.
Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário