2020: O risco vai compensar?

14 de dezembro de 2012

Apito final 14/12/2012



Nos USA existe um programa chamado food stamp program, que objetiva fornecer assistência financeira para a compra de alimentos às pessoas com baixa, ou nenhuma renda. O que vem acontecendo é que este valor está subindo nos últimos anos, e a partir de janeiro próximo será da ordem de U$ 45,0 bilhões por mês. Veja no gráfico abaixo a quantidade de americanos neste programa já alcança a marca acima de 45 milhões, e representam 14% do total de vendas de alimentos.



Segundo alguns analistas o FED poderia imprimir diretamente estes carnês, assim se certificaria que estes valores vão direto ao consumo ao invés de serem depositados no BC. Outra sugestão ao FED que ao invés de injetar recursos no sistema poderia colocar programas de incentivo as empresas contribuindo assim para melhorar sua produtividade.
Agora, um family bag americano só vai postergar o sofrimento, basta ver o que acontece em nosso país, onde quem entra num programa destes, se acomoda e não sai mais.

Parece que os Chineses acordaram para a situação intrigante que o mosca vem levantando ultimamente, só hoje o índice da bolsa Chinesa subiu 5,1%! Um dia não muda uma tendência mais foi um sinal positivo por dois motivos: Primeiro que o índice reagiu ao nível de 2.000 pontos como mencionei no post nuvens-negras-na-china, e segundo o volume negociado dobrou em relação aos últimos dias, indicando uma compra sólida por investidores institucionais. Como pode-se ver, ainda não dá para soltarmos rojões, mas não deixa de ser um bom começo.


O SP500 fechou a 1.413, com queda de 0,41%; o real R$ 2,0847, sem alteração;o euro a 1,3161, com alta de 0,65% e o ouro a US$ 1.694, com queda de 0,10%.
Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário