2020: O risco vai compensar?

20 de março de 2013

Catch 22


E a novela Chipre continua, com a rejeição do programa ontem pelo parlamento. O problema é que agora, independente de sua aceitação ou não, as consequências são irreversíveis. No momento que os Banco abrirem, bilhões de euros serão sacados. A questão é de onde virão os recursos para honrar estes saques.

Se o parlamento votar SIM, então os recursos terão que vir do euro sistema. Mas tem uma falha, os Cipriotas já tomaram emprestado 10 bilhões através de dois programas (ELA e target2). Como o "Super Mário" poderá fornecer 20 bilhões para os Russos e outros 20 a 30 bilhões para os Gregos ricos? Quais garantias poderão ser oferecidas para uma economia cujo total do PIB é de 20 bilhões de euros? A não ser que ele (Mário) viole as regras de colaterais impostas pelo ECB, o sistema Cipriota terá um colapso mesmo com um SIM. Agora imaginem um não definitivo, Chipre não terá outra alternativa que não abandonar o euro, e este precedente pode custar muito caro para os outros membros. Catch-22!

O Ministro das Finanças Cipriota pegou o primeiro avião e foi para Moscou, os motivos são óbvios, arrumar alguns bilhões de euros para saldar suas dívidas, uma vez que a troika já deu um ultimato que aguarda a nova votação, caso contrário, no money. Tem um pequeno detalhe a se considerar, é que os Russos estão loucos para instalar uma base naval em Chipre e talvez esta seja a oportunidade, mas os europeus não querem de jeito nenhum, e agora? É bem provável que os Alemães tenham que engolir goela abaixo as condições dos Cipriotas. A Política falando mais alto!

Já faz algum tempo que não faço nenhum comentário sobre o ex-popstar o ouro, também não fez muita diferença pois as cotações estão contidas num intervalo restrito. Desde que eu comecei o mosca, e como já comentei inúmeras vezes, ele se encontra contido num intervalo entre US$ 1.525 e US$ 1.8000, veja o gráfico a seguir.

Mesmo vocês não sendo especialistas em análise técnica, o movimento contido no retângulo em vermelho, é indiscutível uma correção. Enquanto estas linhas não forem rompidas, o metal vai ficar indo para cima e para baixo. Os retângulos em azul são pontos que tem importância no curto prazo, mas uma tendencia mais a longo prazo só depois dos contornos em vermelho.

- David, então vamos esquecer o ouro!
Não é bem assim, o metal pode ser um ativo importante, principalmente se o cenário que eu tenho de longo prazo, onde o dólar pode cair substancialmente, se materializar. Veja que estar numa correção tem um lado ruim que é a falta de direção, mas tem um lado bom, uma vez que quando terminar, os preços devem subir no futuro. Tenha paciência! 

O FED no começo da tarde anunciou sua decisão, e foi seguido de uma secção de perguntas e repostas com seu Presidente Ben Bernanke. Nada de muito diferente foi publicado, ou seja, continuidade dos helicópteros até que a economia cresça e principalmente o desemprego diminua. A maioria dos participantes espera uma elevação da taxa de juros na longínqua metade de 2.015. 
Por enquanto somente os temores que esta política pode gerar problemas no futuro não é suficiente para o FED alterar o seu programa, o recado é claro, "Mantenha o rumo".

O SP500 estava(*) a 1.558, com alta de 0,65%; o real a R$ 1,9910, com alta de 0,33%; o euro a 1,2946, com alta de 0,50% e o ouro a U$ 1.607, com queda de 0,33%.
Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário