2020: O risco vai compensar?

26 de março de 2013

Mosca no divã II


Há 6 meses eu postei o-mosca-no-diva e naquele momento externei minha surpresa quanto aos níveis extremamente baixos do VIX, resolvi atualizar o gráfico onde comparo este indicador como o SP500. Uma ideia lá aventada, era que o mercado poderia permanecer num estado “reflexivo” até que o ambiente se tornasse mais claro. Os elementos de risco citados naquele momento, Europa, China, Geopolíticos, ainda existem, porém com uma probabilidade aparente inferior.




Nos últimos 23 anos anotei três períodos onde o SP500 apresentou valorização importante, aqui pode-se constatar que a história nunca se repete da mesma forma, vejamos:

  1. Neste período compreendido entre 1994 e 2000, o SP500 obteve uma valorização aproximada de 275%, e o VIX começou na região de “ hibernação” ( retângulo horizontal em vermelho) e subiu a elevados 40% a.a. até retornar a níveis mais normais de 25% a.a.
  2. Este período foi de 2003 até 2007, o SP500 valorizou aproximadamente 75%, e o VIX permaneceu praticamente todo tempo em “hibernação”.
  3. E por ultimo, o período iniciado em 2009 até hoje, onde o SP500 valorizou até o momento aproximadamente 130%, enquanto o VIX teve uma trajetória inversa ao caso 1, estava a níveis iniciais de 40% a.a. e recentemente penetrou na zona de “hibernação”. Outra diferença visível, é a trajetória traçada pelo SP500 numa forma mais tortuosa que as anteriores.

Todas as quedas importantes aconteceram quando o VIX encontrava-se em níveis muito baixos, porém este fator por si só não nos permite apontar um topo, haja visto o que aconteceu no segundo período, onde este processo demorou alguns anos e ficar vendido somente por isso, vamos “perder as calças”.

- David, legal! E daí, o que eu faço com esta informação?
Por enquanto fique atento, somente isso, não posso recomendar uma venda, porque os indicadores técnicos não apontam ainda para este cenário, mas também não descartam a possibilidade de um topo eminente, diríamos que estou como o PSDB, no muro. Posso dizer que assistir o mercado subir e estar fora não é agradável, mas domar a ganância é importante em certos momentos, e eu acho que este é um deles.


O SP500 fechou a 1.563, com alta 0,78%; o real a R$ 2,0160, com alta de 0,21%; o euro a 1,2861, sem variação e o ouro a US$ 1.599 (on sale? Hahahaha...), com baixa de 0,31%.
Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário