2020: O risco vai compensar?

11 de janeiro de 2013

Messi ou Pelé?


Ontem o Super Mario deu um kick off no euro, ao comentar que a situação melhorou bastante na Europa. O mercado interpretou imediatamente que não se deveria esperar mais reduções dos juros. O euro reagiu subindo como um foguete, só ontem 1.5%, e nos dias de hoje, que os ativos mal e mal se mexem, foi um grande movimento. 
Vocês são testemunhas do meu ceticismo quando no ano passado esperava-se que a moeda única fosse se esborrachar, mas até ai uma declaração destas de um “torcedor” ter ocasionado esta reação, só pode ter sido por conta do “vendidos”!

O gráfico publicado no post cest-ne-pas-possible, apresentado abaixo, parece estar traçando o rumo que eu esperava. Nas cotações atuais de 1,335, não temos nada a fazer, somente aguardar ou preços mais baixos para arriscar uma compra, ou mais elevados numa venda.
O euro está exatamente no meio do caminho e não apresenta um bom risco retorno, vamos deixar o Super Mario comandar até que nós interessemos por alguma posição.


Ontem eu recebi um link com todos os 91 gols feitos este ano por Leonel Messi. Assistam, é uma maravilha. Ele é ou não melhor que o Pelé? Meu lado racional diz que sim e o emocional não. Como o Pelé não joga mais, tentei traçar um paralelo com Neymar e a conclusão que cheguei é que o jogador Santista faz jogadas mirabolantes, enquanto o Messi incríveis, a diferença é que o ultimo é muito mais efetivo em fazer gols, não erra, é preciso! 
Como vai ser na copa de 2.014? Como comentei no post estou-vendo-fantasmas, não temos um bom técnico para combater estas feras do futebol moderno, só sobrou a torcida. Vamos Brasil! Mas não aposto 1 centavo.

O SP500 fechou a 1.472, sem alteração; o real a R$ 2,0330, com alta de 0,21%; o euro a 1,338, com alta de 0,52% e o ouro a US$ 1.662, com queda de 0,72%.
Fique ligado!




Nenhum comentário:

Postar um comentário