2020: O risco vai compensar?

22 de janeiro de 2013

Isto é normal?


O Japão resolveu atacar sua longa estagnação econômica que perdura desde o início dos anos 90. No final do ano passado foi eleito um novo  primeiro-ministro, Shinzo Abe. Desde de sua posse deixou claro que fará de tudo para recuperar sua economia e desde então o Yen, moeda Japonesa, já se desvalorizou em 10%.

O índice da bolsa Japonesa neste mesmo período, o Nikei, subiu 20% Uallll......


Qual foi a solução mágica? HELICÓPTEROS! Estão copiando o modelo do FED e para conseguir implementar seu plano, precisa que o BOJ implemente suas ideias. Em qualquer lugar do mundo sério, o BC é independente do Governo, eu não saberia dizer se este é o caso lá, mas como haverá troca de Presidente em abril, Abe pode ficar tranquilo que seus helicópteros vão voar e muito!

Ontem o BOJ fez seu maior compromisso para terminar duas décadas de estagnação, eles votaram em maioria definindo um objetivo de 2% para a inflação, e um programa sem limites de tempo e valores para compra de ativos, sound familiar? Em que mundo nós vivemos, onde os BCs, ao invés de controlarem a inflação para não subir, estão tomando medidas para elevar este índice, para nós engenheiros seria como um BC "a menos 1”!

Será que vai funcionar? Duvido, o Japão tem um problema demográfico enorme, com uma população muito velha e uma taxa de nascimento que diminuiu nos últimos anos, uma dívida cavalar onde uma elevação dos juros a tornaria impagável. Eles estão brincando com fogo! Outra pergunta que devemos nos fazer é: Se o BOJ inundar o mercado com Yens, isto vai valorizar as outras moedas, então como vai reagir o FED? Provavelmente mais helicópteros! É um jogo sem fim, ninguém quer ficar com mico, onde o mico neste caso é a própria moeda!
Como dizia um dos personagens do programa humorístico Viva o gordo: “Isto é normal?”

O SP500 fechou a 1.492, com alta de 0,43%; o real a R$ 2,0426, sem variação; o euro a 1,3315, sem variação e o ouro a US$ 1.690, sem variação.
Fique ligado!


Nenhum comentário:

Postar um comentário