2020: O risco vai compensar?

16 de janeiro de 2013

Salada de frutas


Antes que meu “amigo” pergunte, o mosca não pretende entrar na área de culinária, portanto o título de hoje é figurativo. Desde o anúncio da taxa de desemprego nos USA, os índices da bolsa foram empurrados para cima. Mas o mercado está, de certa forma, “desconfiado” pois tecnicamente encontra-se num nível perigoso, como expus no post de ontem ameaça-da-tecnologia. Desta forma as atenções estão focadas nos índices acionários, que nos últimos dias, não estão saindo do lugar.

Vocês devem lembrar que em 2012, comentei varias vezes sobre a má performance da bolsa Chinesa. No gráfico a seguir encontra-se uma atualização deste indicador, como podem observar houve uma recuperação nos últimos 30 dias de 18%, será que vai continuar subindo?


Outro assunto que queria trazer, é relativo ao consumidor americano. Sabemos que 70% do PIB daquele país depende dos gringos saírem as compras. Vejam como as estatísticas podem distorcer a realidade, neste primeiro gráfico é apresentado as vendas mensais no varejo dessazonalisadas. Que tal? Ruim, mas não desesperador.


Muito bem, agora veja este outro onde são expressas as vendas mensais no varejo, excluindo gasolina e ajustada pelo crescimento da população e inflação, ou seja, quanto cada pessoa consumiu em valores reais, sem considerar os gastos com gasolina.


E agora, mudou de figura? Parece, pois o consumo está 7,2% abaixo do pico em 2005, e igual ao de fevereiro de 1999. Depois de tudo que foi feito, este resultado pífio mostra que os esquadrões de helicópteros somente evitaram uma catástrofe, mas não foram suficientes para colocar o principal consumidor do planeta a plena carga.

Hoje foram publicados os dados de inflação e a taxa mensal ficou em meros 0,1%. Vejam no gráfico a seguir que  as taxas anuais já se encontram abaixo de 2,0% a.a, para ser mais preciso 1,9%, e com tendência de queda. Provavelmente o Bernanke já mandou preparar mais helicópteros! Hummmm.....Duvido que ele não esteja em dúvida, se esta política vai dar certo!


E por último um gráfico da evolução do PIB Mundial separado por região, que tal, animador? A salada de frutas hoje está com a laranja azeda, sem chantili e com as frutas meio passadas. Hummm...... que droga!


O SP500 fechou a 1.472, sem alteração; o real a R$ 2,0422, com alta de 0,33%; o euro a 1,3284, com baixa de 0,14% e o ouro a US$ 1.680, sem variação.
Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário