Inflação: A Revanche

17 de abril de 2015

Investimento: 5 paus

Na minha época usava-se a gíria "paus" para indicar uma unidade monetária. O mais incrível é que era uma unidade variável, assim, se você ia tomar um café e na hora de pedir a conta o garçom dizia 2 "paus", você sabia que eram 2 reais. Já se fosse o valor de um carro, na conversa com amigos, 40 "paus" correspondia a 40 mil reais. Na área de negócios ou investimentos, dependendo do que se tratava, também estava implícito o seu valor real.

A categoria de Hedge Fund, onde seus gestores são considerados Titãs de finanças, atraiu muitos recursos nos últimos anos. O dado mais recente aponta um total de US$ 3,1 trilhões. Existem várias categorias de investimento, que podem ser vistas abaixo com suas variações de performances mais recentes.

Para se investir nesses fundos é requerido que o investidor conheça os riscos envolvidos. É um clube seleto.

Agora suponha que eu te apresente um fundo administrado pela Bridgewater, lançado em 1975 e que administra US$ 154 bilhões, qual você acha que seria a recomendação de patrimônio mínimo requerido para investir em seus fundos, ao te dizer que o valor é de 5 "paus".

a) US$ 5 mil
b) US$ 5 milhões
c) US$ 5 bilhões

Com as informações que eu dei imagino que 5 % responderia alternativa a), 95% alternativa b); e uma resposta na alternativa c), ou para ser engraçadinho ou porque se enganou.

Pois é, a alternativa correta é c), 5 paus dos muito grandes, quase impossível! E não termina por aí, eles ainda informam uma tabela de taxas mínimas que serão cobradas de seus clientes, independente de seu retorno ou valor investido. Está sentado, para o fundo mais concorrido US$ 4,75 milhões por ano. Que tal, quer fazer uma "apostinha"? Imagino que seus investidores devem estar satisfeitos com sua performance, pois caso contrário, não teriam estes valores sob administração. Mas eles são infalíveis? Com certeza não são, algum dia estarão nas páginas do Wall Street Journal, com notícias não muito boas. Ou será que ele tem todas as Moscas na mão! Hahahaha...

Outro dia fui novamente questionado por um economista, de qual era a minha previsão sobre o real, fiz as minhas considerações, e ele respondeu:
- Tudo bem, como o seu post coloca ... se não cair vai subir ..."
Minha resposta foi:
- Você tem alguma sugestão melhor?

Gargalhada geral! Eu sei que vocês gostariam que eu desse uma previsão, primeiro infalível e depois na mosca, mas isso não existe. Vou enfatizar que, sempre forneço a direção e preço mais provável, agora se eu estiver errado, em qual nível eu terei que rever minhas hipóteses. Vocês não acham justo? Desta forma, ninguém vai quebrar por teimosia para satisfazer o meu ego, uma vez que, sou tão bom que não erro nunca. Esta é a maior vantagem da análise técnica, se você seguir seus princípios disciplinadamente, não quebrará! O resto é como a vida, tem que acertar mais que errar, e quando acertar ganhar mais.

No post a-Russia-estaria-dando-um-sinal, relatei o trade do euro, onde fomos stopados, extrai alguns trechos: ...se a operação for stopada, isso não significa que o movimento de queda irá ganhar força, necessariamente. É preciso que caia abaixo de 1,045...

...-David, então porque você não colocou o stoploss nesse nível?
Vamos fazer alguns cálculos, nosso preço médio de compra foi 1,0715, ao colocar o stoploss no nível tecnicamente "correto", estaríamos arriscando 2,5%, para um ganho, caso o euro chegue a 1,14 de 6,3%, será muito bom. Porém meu grau de confiança não é muito grande, pois não espero que o euro já tenha atingido um mínimo...

...- E o que fazer se for stopado, e o mercado logo em seguida, começar a subir?
Paciência, fica para uma próxima oportunidade, o que não devemos ficar é p#%o da vida...

Veja o que aconteceu desde então:
A opção que eu comentei aconteceu! Se o stop fosse colocado no lugar certo a 1,045, não teríamos sido estopados. Cometi um erro? Não acredito, pois eu decidi colocar poucas "fichas" neste trade, por falta de confiança no movimento. Agora, com um fim educativo, vamos imaginar que ainda estivéssemos no trade, o que faríamos agora que a moeda única está no nosso nível de entrada? Ficamos ou caímos fora?

- David, lógico que eu ficaria! Valeria a premissa inicial.
Em análise técnica, a cada movimento do mercado, você tem que reavaliar o que você achava antes, a fim de confirmar ou não suas premissas, não vale para sempre. Neste caso, não gosto nada desta alta destacada em azul, cara de correção. Assim, volto a minha ideia que coloquei um tempo atrás, somente acima de 1,105 ou abaixo de 1,045, algo poderá ser feito. Dentro desse intervalo, somente apostas da forma como eu fiz esta última, poucas "fichas".

Em virtude do feriadão da próxima semana, o Mosca volta dia 22/04, ou antes, se algo de muito importante acontecer. Bom feriado!

O SP500 fechou a 2.081, com queda de 1,13%; o USDBRL a R$ 3,0438, com alta de 0,73%; o EURUSD a 1,0806, com alta de 0,42%; e o ouro a US$ 1.204, com alta de 0,60%.
Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário