2018: Vestibular Político

21 de agosto de 2017

Superstição


Todo investidor tem alguma superstição como por exemplo não fazer operações na sexta-feira 13, evitar usar algumas roupas que se mostraram negativas no passado, não cruzar com gato preto e etc. .... É bastante compreensível essas manias. Como o futuro é incerto e seus lucros dependem de decisões tomadas hoje, desejam que nada atrapalhe seus objetivos.

Esta segunda-feira marca o final de 99 anos de espera para um eclipse total do sol. Será visível nos EUA de costa a costa pela primeira vez desde 1918. O evento está despertando interesse de toda população, é esperada uma vasta experiência on-line.

Além de toda a expectativa dos americanos sobre o acontecimento, diversos operadores supersticiosos tornam-se cautelosos coma a possibilidade de um crash na bolsa. Alguns traders com grande capacidade computacional encontraram a chave para o próximo crash: o eclipse solar. As situações políticas são difíceis de prever. Alguns voltaram suas atenções para uma teoria obscura que diz que, as reversões do mercado tendem a começar em torno de um eclipse lunar e terminar por volta de um eclipse solar.

Os traders tem trocado e-mails sobre hipóteses supersticiosa, creditando as recentes quedas a proximidade do eclipse solar que acontecerá hoje. Outros referem-se a ideia de “Puetz Crash Window”, que está aposentado no Havaí e passa seu tempo estudando ciclos.

...” nem todo eclipse se transforma em um acidente"..., disse Puetz, ..."Você precisa de uma bolha para ter um acidente, mas quando uma bolha se forma, eles tendem a cair perto do período de um eclipse lunar"...

Entretanto, afirma que eclipses lunares próximas a eclipses solares não causam crashes. Mas por outro lado, esses momentos precipitam a transformação da psicologia do investidor passando de maníaco agressivo para paranoico. Perguntaram a Puetz qual seria a probabilidade qde que os oito grandes crashes da história estivessem num período de seis dias antes, até três dias após um eclipse lunar, contido num intervalo de seis semanas de um eclipse solar? Menos de 1 entre 127.000.

Eu sou muito pragmático, e já passei por diversas situações semelhantes. Tenho a tendência de não dar importância para essas previsões, e parece que mesmo Puetz não dá, afinal com essa chance diminuta por que acreditar? Agora, se o mercado cair no período por ele definido, podem estar certos que ela vai virar um Guru, não por que fez a previsão – na verdade não acredita que haverá um crash – mas pela razão tão citada no Mosca: É melhor alguma explicação que nenhuma! Nietzsche.

Venho chamando atenção para a melhora da atividade econômica na Europa, parece que só o ECB que não quer enxergar. Por exemplo, o PIB da Alemanha publicado recentemente aponta para um crescimento importante na maior economia da Europa.


Numa comparação direta entre os EUA e a Europa, o gráfico a seguir mostra que o segundo tem mantido um nível mais estável nos últimos trimestres enquanto o primeiro apresenta resultados mais instáveis.


Os rendimentos também apontam para uma recuperação da França e Espanha, menos para a Itália que ainda não encontrou seu rumo.


Em termos de participation rate os resultados se mostra semelhante aos rendimentos, onde a Itália fica com um nível abaixo de 50%, ou seja, metade de sua população economicamente ativa não trabalha. Em termos relativos, mesmo com a queda observada nos EUA depois da crise de 2008, o participation rate é superior aos dos países europeus.


No post otimização, fiz os seguintes comentários sobre o real: ...” minha projeção de queda abaixo de R$ 3,10 ganha novamente força” ... ...” O stoploss ao invés de R$ 3,26 passa a ser R$ 3,30. O motivo principal é a reta verde traçada abaixo onde o dólar poderá se aproximar” ...

 
Desde a última atualização o dólar sofreu leve queda e agora está mais próximo do limite inferior. Mas não abra a Champanhe, existe uma chance de as cotações visitarem o nível de R$ 3,25 antecedo a queda esperada.



Como apontei no gráfico acima, ou o dólar está rumo a testar o nível de R$ 3,10 ou uma nova alta poderá ocorrer. Essa é a razão que atualizei o stoploss no post acima para R$ 3,30. Pode ser por causa do eclipse solar? Se a bolsa americana cair deverá empurrar os ativos de risco junto onde o dólar contra o real deverá estar incluído. Mas vamos imaginar que queira me precaver dessa eventualidade, será que deveria zerar as posições? Se nem o grande seguidor desses eventos acredita que isso é possível, porque nós deveríamos acreditar? 

O SP500 fechou a 2.428, com alta de 0,12%; o USDBRL a R$ 3,1642, com alta de 0,63%; o EURUSD a 1,1814, com 0,44%; e o oruo a U$ 1.290, com alta de 0,52%.
Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário