Inflação: A Revanche

7 de março de 2016

Lula: O General sem exército



Em determinado momento da minha vida, estive num embate acirrado com outra pessoa. Nessa situação, a minha demanda era a correta, porém essa outra pessoa, me atacava de todas as formas. Minha reação foi a de responder a cada ataque e o processo parecia não ter fim. Numa das minhas secções de terapia, ao comentar de forma indignada o que eu estava passando, minha analista me perguntou: ..."Você não está percebendo que essa pessoa joga o veneno e você está mordendo? Por que não tenta ficar quieto."...

Foi como uma luz naquele emaranhado, resolvi adotar sua sugestão, embora tenha que reconhecer que não foi fácil. A solução do caso aconteceu pouco tempo depois de agir assim. Foi uma grande lição.

Antes de entrar na minha avaliação sobre o discurso do Lula e sua repercussão, fiz busca na internet, em fonte confiável, para verificar quais são as principais características de um Psicopata. Extraí esse material abaixo, do psicólogo Jorge Elói, com Mestrado em Psicologia da Educação, pós-graduado em Hipnoterapia, que elenca sete características centrais.

1-      Encanto superficial – Os psicopatas, possuem lábia e sedução, capaz de manipular as pessoas que os rodeiam. Possuem um encanto inicial, que seduz a maioria das pessoas. Usam essas competências como meio de atingir os seus fins.
2-      Mentiras sistemáticas -  Todas as pessoas mentem, porém os psicopatas utilizam a mentira como uma “ferramenta de trabalho”. O psicopata sabe mentir, frequentemente teatraliza situações vantajosas para si, como: sentir-se ofendido, magoado, arrependido. As mentiras vão de encontro com a parte narcísica da personalidade, este quer ser admirado, ser mais rico, vestir-se melhor, considerado o mais competente.
3-      Ausência de sentimentos afetuosos – Os psicopatas negligenciam os sentimentos dos que os rodeiam. São insensíveis á dor dos outros, preocupando-se apenas com a sua. Possuem baixa inteligência emocional,  visto que não compreendem o sofrimento das pessoas à sua volta.
4-      Ausência de consciência moral – Os psicopatas não possuem consciência moral, nem ética. Não importa o que fazem, o que importa é atingir os seus objetivo. Os seus comportamentos visam apenas os seus fins, independentemente se prejudicarão alguém ou não. As pessoas à sua volta são usadas como meios para atingir fins.
5-      Comportamentos Impulsivos - A falta de moralidade e ética, fazem com que as suas ações não sejam ponderadas, impulsionando-os a cometerem brutalidades. A maioria das vezes são mais sutis, existindo uma inadequação da reação ao estímulo, isto é, ou faz uma “tempestade em copo de água” ou então não tem reação nenhuma face a um estímulo importante.
6-      Incorrigibilidade- O psicopata dificilmente se corrige, se carece de moralidade, carece de culpa. Se não possui sentimento de culpa e não compreende o sofrimento dos outros, não percebe o “porquê” de ser corrigido e corrigir o seu comportamento. Contudo os psicopatas são muito hábeis a manipular, chegando a convencer os “educadores” de que estão educados. Quando vão para a prisão, são presos exemplares, bem comportados, amáveis, prestativos.
7-      Falta de adaptação social – O psicopata é egocêntrico e egoísta, apenas o bem-estar e o sofrimento próprio importam. Dificuldades em socializar e fazer amigos, devido a se centrar excessivamente em si próprio.
Eu demarquei o texto para enfatizar o que se observa do Lula. Estão, convencidos que ele é um psicopata?
Eu estou convencido. Assim é necessário ter muito cuidado e não esperar que o "cumpanheiro" seja uma pessoa como nós.
Eu li inúmeras respostas de pessoas e repórteres indignados com o discurso inflamado que Lula fez na sexta-feira: Por que à oposição não respondeu a altura, como existem pessoas que não percebem o que está acontecendo, e muitas outras? Mas ele merece alguma resposta? Nenhuma, não vai adiantar nada, vejam os sete itens acima, isso só daria mais "gasolina" para ele responder em seguida. 
Como no caso que citei, ele jogou veneno para ver se alguém mordia. E parece que morderam. Em todo caso, a pessoa mais importante, o Delegado Sérgio Moro, não mordeu, só publicou uma nota dizendo que, encontra-se tranquilo da forma como o Lula foi abordado.
Por sinal, esse assunto sobre a condução coercitiva, também gerou discussão entre vários juristas. Que diferença faz!!! O importante é o conteúdo e não a forma. Quantas outras pessoas foram conduzidas dessa forma, e pior, algemadas? Agora eu tenho uma outra hipótese, é que o Moro queria causar impacto, tanto em Lula como na população. Foi premeditado, faz parte da sua estratégia. 
Fiquei refletindo e cheguei a conclusão que a prisão do Lula é questão de tempo, mas o Delegado Moro, sabe que têm que ser um cheque mate, não poderá voltar atrás. 
- David, agora virou detetive? Sherlock Holmes! Hahaha...
Talvez eu esteja "viajando na maionese", mas não é possível que depois de tantas falcatruas, não exista provas suficientes em sua mão.
Para terminar, ou Lula está totalmente cego, ou já percebeu que só tem meia dúzia de gatos pingados que estão á seu lado. Basta ver, a quantidade de manifestantes. Que diferença daqueles milhares de simpatizantes do passado! Ele agora é um General sem exército.
Daqui em diante, é uma questão de paciência, e estar preparado para algumas manifestações aqui e ali. Observando a reação do mercado, o mesmo já trouxe a valor presente o que comentei acima. Agora, irá especular com as alternativas que existem para substituir esse governo. 

No post "bar-robot", comentei que o target para o dólar seria R$ 3,60: ..."Até segunda ordem vou trabalhar com um objetivo de R$ 3,60, depois disso pensamos no que fazer. Naturalmente, para quem tem compromissos em dólares, recomendo sua liquidação nesse processo de queda, pois por enquanto, trabalho com uma alta do dólar no futuro"... Na última sexta-feira chegou na mínima a R$ 3,65.


Falando tecnicamente, o nível mínimo atingido na última sexta-feira, pode ter indicado o final deste curto ciclo de baixa, mas o "correto" seria de R$ 3,60.

- David, o que fazer então?
Vamos observar e verificar qual das hipóteses se concretiza. Eu de maneira nenhuma compro nesses preços, com objetivo de trade, agora se for para pagar um compromisso em dólares, acredito que fecharia o câmbio. Essas duas situações norteiam objetivos distintos, a primeira é ganhar dinheiro e a segunda é não perder.

Em todo caso, o meu intervalo para o dólar nessa baixa é entre R$ 3,60 - R$ 3,40. Se por acaso, chegar ao primeiro nível e depois continuar a cair, vou sugerir um trade de compra de dólares, no nível inefrior. Caso pare em R$ 3,60, é necessário analisar quando isso acontecer.

Mas uma vez, o Lula foi responsável pela queda do dólar. A primeira vez, logo ao assumir em 2002, o dólar chegou a R$ 4,00. Naquele momento o mercado receava que ao assumir Presidência tomaria medidas extremas. Mas contrariamente, não fez literalmente nada durante seus dois governos. "Lulinha paz e amor", como ele mesmo se autodenominou, o dólar caiu até chegar a mínima em 2008 a R$ 1,50. Agora, pelo motivo inverso, ao correr o risco de enfrentar a justiça, o mercado comemorou a possibilidade de mudança de governo. Será que o poder virou sua cabeça, ou ele já era assim antes e estava dissimulando? Resposta está nas 7 características de um psicopata.

O SP500 fechou a 2.001, sem variação; o USDBRL a R$ 3,7810, com alta de 0,61%; o EURUSD a 1,105, com alta de 0,13%; e o ouro a US$ 1.266, com alta de 0,61%.
Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário