2020: O risco vai compensar?

29 de julho de 2020

Waren que não é Buffet



Quando a bolsa americana subia sem parar antes do crash de 1929, se conta uma história de um investidor que, ao pegar um taxi em Nova York, o motorista notando que seu cliente ia para Wall Street, começa a contar sobre suas peripécias na bolsa, que lhe propiciaram lucros expressivos. Esse investidor notou que, se o motorista de taxi estava investindo na bolsa de valores sem nenhum conhecimento, existia algo errado. Ao descer do táxi, concluiu que estava na hora de sair do mercado.

O noticiário atualmente está dando ênfase a entrada de muitos investidores individuais na bolsa americana (é provável também na bolsa brasileira em menor escala), em função da permanecia em casa determinada pela pandemia.

Veja o relato do colunista especializado em finanças, Michael Batnick, sobre uma situação que ocorreu consigo.

Um dos sinais reveladores de todos os principais mercados é quando as pessoas que não sabem nada sobre investimentos estão ganhando mais dinheiro do que os veteranos que estão coçando a cabeça. Aqui é onde estamos hoje.

Existem várias razões para explicar por que as pessoas estão negociando mais do que nunca. Claro que são as comissões zero de negociação, a quarentena e os US $ 600 por semana para os desempregados, para citar alguns, mas todas essas forças podem estar em vigor e, na ausência dessa condição, elas não seriam tão ativas. Eles estão negociando porque estão sendo recompensados ​​por isso.

Existem 170 nomes no Russell 1000 – índice de pequenas e medias empresas, que subiram 100% ou mais acima do seu nível mínimo.

Por exemplo: Wayfair+ 835%, Tesla +326%, Wendy + 211%, Docusign + 194%, Zillow +165%, Chipotle + 144%, Roku +140%, Beyond Meat +140%, GrubHub + 130%, Zoom +124%.



Você só pode ver seus amigos dobrando e triplicando o dinheiro deles por muito tempo antes de ser induzido, e foi exatamente isso que aconteceu com meu encanador.

Eu estava no meu escritório ontem à noite, quando meu encanador Warren, entra e pergunta: “Você mexe com ações”? Num estalo, pergunto para Warren “quais ações você tem”?

Os olhos de Warren se iluminam. Ele pega o telefone e diz, palavra por palavra: “O que devo fazer? Tenho U$ 130 mil no mercado e não tenho a menor ideia do que estou fazendo”. Ele pega o telefone e me mostra seu portfólio. É exatamente o que eu esperava ver, com uma exceção; Ele não estava na corretora Robinhood.

Aqui estão suas participações: Amazonas, Alphabet, American Express, Boeing, Capital one, Microsoft, Tesla etc.

Isso vai acabar mal, você provavelmente está pensando.

O problema com essa linha de pensamento é que não é uma estratégia de investimento. As pessoas compartilham histórias como essa há anos.

Entendo a tentação de agir sobre essas histórias. E se você está fazendo disso um modo de vida, talvez situações como essa sejam acionáveis, mas provavelmente não é assim que você alimenta sua família. Você não está operando para gerar renda, está investindo para um futuro melhor.

Sempre há razões para vender, e histórias como essa são uma delas. Mas antes de fazer isso, você precisa entender que é fácil sair do mercado, é incrivelmente difícil voltar a entrar. Se você já tentou isso sozinho, sabe exatamente do que estou falando.

Isso pode acabar mal, mas a melhor maneira de garantir que você não perca é jogando um jogo diferente.

Para quem tem uma carteira de ações, ao ler uma história como essas, e como cita Michael acima, sente vontade de vender tudo. Para você que passa horas pesquisando sobre assuntos econômicos, lendo o Mosca, e se informando com seu banco, como pode uma pessoa sem o menor conhecimento ter ganho dinheiro desta forma.

No mercado americano, está situação pode ser até mais bizarra, com investidores que estavam preocupadas com os efeitos da Covid-19, se desfizeram de todas suas ações.

Eu escolhi alguns gráficos que ilustram as grandes distorções existentes atualmente. Vocês já devem estar cansados de saber que as ações do setor de tecnologia dispararam desde que a pandemia eclodiu. Mas talvez, não tenham a dimensão do que isso representou nos vários tipos de ações. O gráfico a seguir é bastante ilustrativo nesse sentido, classificado em: ações de empresas que se beneficiam de “ficar em casa”, ações de Indústrias e Materiais, Transportes e ações que dependem de presença física.


Quando o critério é o Valuation, e não se poderia esperar fosse diferente, depois de altas expressivas nos segmentos de tecnologia. Por exemplo: dentro do SP500 as ações FAAMG tem um múltiplo de P/L de 31, enquanto as outras 495, o mesmo indicador fica em 18.


Se um investidor tivesse alocado seu portfolio num fundo voltado exclusivamente no critério de P/L, seu retorno deveria estar bem aquém do SP500. Provavelmente você ficaria bastante decepcionado, afinal, se tivesse comprado um ETF do SP500 teria uma rentabilidade superior. Agora imaginem o gestor que seguiu o seu mandato, o que deve ele fazer daqui em diante: mudar o discurso e comprar ações mesmo que sejam “caras”; ou manter sua estratégia e ver resgates no seu fundo. É bom que esse investidor não encontre o encanador Warren!

No post cachaça-vira-vodca, fiz os seguintes comentários sobre o Ibovespa: ... “A bolsa está caminhando de forma lenta para os objetivos traçados. No gráfico a seguir, busco explicar os próximos movimentos. Uma continuidade da alta atual deveria levar a bolsa ao nível entre 107.5/108 mil, em seguida uma queda a ser contida entre 102.5/103.5 mil, e por último, uma alta final levando a 110 mil” ...


Com os últimos movimentos fiz algumas modificações em meus objetivos. Conforme aponto no gráfico abaixo, meu target de curto prazo passa a ser entre 111 mil e 111,5 mil. Depois deveríamos passar por um período de correção


Esse novo software que estou usando, tem uma grande vantagem em relação ao anterior pois permite subdivisões de forma mais simples, por outro lado, essa facilidade permite criar cenários alternativos que as vezes conflitam com a opção base. Ainda não é totalmente operacional para mim, porém já me permite evoluir.

Dentro desta nova ferramenta, meus cenários básicos estarão no red count (anotado na parte superior a esquerda (nem sempre é visível ao leitor), enquanto, o alternativo estará no blue count. Para o Ibovespa, o blue tem objetivos bem superiores, mas nesse momento somente iria confundir os leitores.

O SP500 fechou a 3.258, com alta de 1,24%; o USDBRL a R$ 5,1750, com alta de 0,39%; o EURUSD a 1,1784, com alta de 0,60%; e o ouro a U$ 1.969, com alta de 0,52%.

Fique ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário